A TSF na próxima guerra

Separadores primários


A T.S.F. NA PRÓXIMA GUERRA



Sob este titulo e com a assinatura do professor A. M. Low, vice-presidente da ”RadioAssociation”, publica o jornal Reynolds um artigo do qual transcrevemos as passagens susceptíveis de interessar os nossos leitores. O professor Low é considerado como um dos mais brilhantes homens de sciencia da Inglaterra e foi ele que dirigiu os trabalhos de experiências das Forças Aéreas britânicas durante a guerra.

Vejamos o que ele diz:


Ao mesmo tempo que a T.S.F. procurará cada vez mais nos proporcionar o conforto, a instrução e a distração, os seus progressos estão destinados a revolucionar todos os métodos da guerra. Será preferivel certamente poder supor que não haverá mais guerras, mas, se nos colocarmos num ponto de vista puramente scientifico, as guerras nunca acabarão, pois são por si só, infelizmente ”naturaes.

Um dos principaes factores da T.S.F. em tempo de guerra será sem duvida o ”controle”. O aeroplano controlado pela T.S.F. faz rápidos progressos, e assim veremos flotilhas destes aparelhos, sem piloto, e carregados de gazes envenenados e explosivos, serem enviados em longos voos a alturas prodigiosas e com uma grande rapidez. A sua chegada sobre uma cidade ou outro objectivo, e a um sinal dado, eles despejarão as suas bombas e voltarão.

O desenvolvimento da televisão permitirá ao fiscalisador desses aeroplanos sem piloto, poder vigiar o voo a distancia, ao mesmo tempo que o periscópio da flotilha controlada pela T.S.F. será equipada de maneira similar. Ignora-se geralmente que o controle por T. S. F. não é um processo de envio de força; o que se envia apenas são os sinaes de direcção e força, já no seu logar, para que ela possa ser correctamente aplicada.

A televisão chegou agora a um ponto em que somente é possível discernir contornos um pouco obscurecidos a uma distancia de algumas milhas, mas basta aperfeiçoar o aparelho utilísado para assegurar um sucesso absoluto.

Os comandantes dos exércitos de futuro, poderão ver as suas ordens executadas; aeroplanos, torpedos e “tanks” controlados por T.S.F. serão constantemente observados e as minas terrestres serão vigiadas e acionadas pela T.S.F. que as fará saltar no momento desejado.

Será muito difícil efectuar um deslocamento qualquer de tropas ou munições, e bem assim de traçar planos e conserva-los secretos, pois que poucos sitios ficarão ao abrigo dos microfones e aparelhos de televisão invisíveis.



Nota: Foi preservado o português original


Faça um donativo!

Faça um donativo!

Agora é mais fácil com Paypal!

Com o paypal.me pode contribuir para o site em qualquer moeda e em qualquer valor com a segurança desta plataforma.

Clique aqui para ajudar com o que quiser, com o que poder.