Uma viagem continental

Separadores primários


UMA VIAGEM CONTINENTAL


São 17:30 horas, e após tomar um banho depois das lides no QTH rural sentamo-nos em frente a uma grande mesa, onde estão dois receptores de comunicações, um JRC modelo NRD 525, e um Yaesu FRG - 100 e ao lado dos mesmos 5 antenas, sendo duas super KAZ, duas beverages de 100 metros, uma K9AY, e uma chave de antenas para seleccionar qual antena a usar!


Foto do receptor JRC modelo NRD525


Como se olhasse para mim dois amigos, um WRTH e um Passport! Ao lado deles um mapa mundial, e um do Brasil para orientação!

O tempo está bom e não há estática nem ruído eléctrico no QTH rural! Algumas guloseimas estão dentro de uma vasilha para me dar energia nesta minha viagem continental!

Imaginem vocês que isso era um sonho no passado, quando lia revistas dedicadas ao dexismo e via aqueles receptores maravilhosos ligados a antenas nunca imaginadas com os quais todo dexista que se presa sonha, hoje é realidade!


Foto do receptor Yaesu modelo FRG100


Bem, depois de seleccionar a antena o que ouviremos? São tantas as opções que ficamos sem saber por onde começar! Mas vamos lá baixo à faixa de Ondas Longas!

Esta faixa é interessante, temos que ter muita atenção, um sinal de Datatrak pode ser confundido com uma interferência provocada por um relógio electrónico, mas é interessante ouvir aquilo que as vezes mais parece ser um grilo!

Mais acima encontramos os NDBs que se amontoam uns sobre os outros confundindo o ouvinte menos atento!

Mais alguns toques e estamos no início da banda de Ondas Médias. Nos 580KHz a hora certa da Rádio Relógio confunde-se com o proselitismo religioso muitas vezes cansativo! Nesta altura já são 19horas em Brasília, e a Voz do Brasil está no ar. Então corramos para a banda estendida!

Muito ruído, nos direcciona para a banda tropical e as inconfundíveis músicas andinas alertam-nos que podemos estar a ouvir Bolívia ou Peru!

Antes de identificarmos a emissora musical, vamos tomar uma xícara de café mineiro colhido no QTH rural, torrado na panela preta!

Nesta viagem rápida que o rádio proporciona, passamos por alguns caminhos onde estão as estações que o nosso amigo Marcelo Toniolo dos Anjos denominou pseudo-utilitária, são as estações de comunicações de fazendeiros, empresas de transportes dentre outras!

Numa destas, a comunicação é que, a ponte de madeira perto da fazenda foi levada pela enchente deixando a fazenda isolada! Noutra o capataz comenta que o peão Ludovico bebeu muito e caiu com a bicicleta dentro do mata-burro!

Nesta nossa viajem sem rumo encontramos as verdadeiras emissoras utilitárias, com os seus sinais codificados cada vez mais incompreensíveis para o leigo! São sons que se assemelham a serras, máquinas de lavar roupas, sonar de morcegos, cachoeiras e muitos outros ruídos exóticos!

Um leve toque no botão de sintonia e já estamos em Ondas Curtas, a sala de visitas dos dexistas, a rainha das bandas, aquela que mais contamina com o Radiococus frequência a quem passa por ali!

Algumas idas e vindas às Ondas curtas são o bastante para ser contaminado. Os sintomas em geral apresentam-se principalmente ao entardecer, com uma vontade súbita de ouvir rádio!

Já estamos no segmento sagrado, onde muitas emissoras árabes emitem os seus cânticos melodiosos! Como dizem os amantes das melodias, música não pode ter fronteiras!

Mas que idioma é este agora que há 10 minutos ouço e não entendi uma só palavra! Ah! Só podia ser lituano! Em alguns momentos a banda torna-se verdadeira Babel! Para o leigo é tolice escutar o que não se entende, mas os jovens não escutam música internacional sem a entender! E não são loucos!

Vserossiyskaya Gosudarstvennaua Teleradiokomppamiya! Nossa, que modulação complicada! Mas é russo, uma língua complicada mesmo! Aliás temos a mania de achar todas as línguas diferentes da nossa, muito complicadas!

Nestas nossas aventuras de andarilho das ondas hertzianas passamos por tantas estações que perdemos a conta! São NDBs, radioamadores, fazendeiros, emissoras de sinal horário, aeronaves pedindo informações, barcos de pesca, emissoras piratas, Broadcasting estatal e comercial, Volmet, emissoras religiosas, sem contar muitos outros serviços não comentados aqui! E só fomos até os 30.000KHz.

Acima em VHf há outros tantos serviços para serem ouvidos, mas vamos ficar só aqui em baixo mesmo!



Texto: Wilson Rodrigues Itaúna MG
Adaptação e foto: aminharadio.com

Comentários

Olá, gostaria de um comentario a respeito do deempenho das antenas usadas na recepção, pois são o que existe de melhor e gostaria de experimentar.
Grato


Faça um donativo!

Faça um donativo!

Agora é mais fácil com Paypal!

Com o paypal.me pode contribuir para o site em qualquer moeda e em qualquer valor com a segurança desta plataforma.

Clique aqui para ajudar com o que quiser, com o que poder.