Carmen Miranda - Cantores do rádio

Separadores primários

Título: 
Cantores do rádio
Artista: 
Carmen e Aurora Miranda
Ano: 
1936
Editora: 
Odeon
Género: 
Popular brasileira
País: 
Brasil
Reproduzir Carmen Miranda - Cantores do rádio
Compositores: Lamartine Babo, João de Barro e Alberto Ribeiro Sob a regência de S. Bontman (Carnaval de 1936)

Cantores do rádio


Nós somos as cantoras do rádio
Levamos a vida a cantar
De noite embalamos teu sono
De manhã nós vamos te acordar

Nós somos as cantoras do rádio
Nossas canções cruzando o espaço azul
Vão reunindo num grande abraço
Corações de norte a sul

Canto pelos espaços afora
Vou semeando cantigas
Dando alegria a quem chora

Bum, bum, bum...

Canto, pois sei que a minha canção
Vai dissipar a tristeza
Que mora no teu coração

Canto para te ver mais contente
Pois a ventura dos outros
É a alegria da gente

Bum, bum, bum...

Canto e sou feliz só assim
Agora peço que cantes
Um pouquinho para mim

Gravada originalmente na Odeon em 1936 por Carmen e Aurora Miranda, acompanhadas pela orquestra da própria gravadora sob a regência de S. Bontman e lançada em discos 78rpm.


Outras gravações conhecidas são as de Carmélia Alves, Chico Buarque/Nara Leão/Maria Bethânia (1972), As Frenéticas (1977), Carmélia Alves/Nora Ney/Violeta Cavalcanti/Ellen de Lima/Zezé Gonzaga/Rozita Gonzales (As Cantoras do Rádio, 1991), Golden Boys, entre outras.

Música incluída no filme Alô alô Carnaval, uma das grandes obras cinematográficas produzidas pela Cinédia, com direção de Ademar Gonzaga. Tendo primeiramente o título de O grande cassino, Alô alô Carnaval narra a montagem de uma revista teatral intitulada Banana da terra. Estreou em 1936 no Cinema Alhambra, no Rio de Janeiro, com grande sucesso de público. Um mês depois, o êxito se repetiria em São Paulo.

A idéia do filme surgiu da necessidade de se apresentar ao grande público os grandes cartazes da fase de ouro do nosso rádio, já que não havia TV e a população de baixo rendimento praticamente não tinha acesso aos casinos.

Sobre a música propriamente dita, conta-nos Braguinha1 que ela foi composta juntamente com Lamartine e Alberto Ribeiro numa noite em que os três haviam perdido todo o dinheiro que tinham em jogatinas no Casino da Urca.

Completamente lisos, sem mesmo poder pagar a condução, os três combinaram que se sentariam no fundo do ônibus e, quando estivessem nas imediações da Central do Brasil, explicariam o problema ao motorista. Acomodaram-se então, no último banco e, tentando esquecer o malogro da noitada, acabaram compondo uma marchinha.

Animado com a música, o chofer não só participou dos vocais, como também libertou-os do pagamento da passagem.

Muitos anos mais tarde, Cantores do rádio faria parte da trilha sonora do filme Quando o carnaval chegar, realizado em 1972 pelo diretor Cacá Diegues e estrelado por Chico, Bethânia e Nara. O disco, um LP com o mesmo título, seria lançado em seguida.

Posteriormente, o grupo feminino As Frenéticas tornou a gravá-la em ritmo de "discothèque".


1. SEVERIANO, Jairo. Yes, nós temos Braguinha. Rio de Janeiro, Funarte/Martins Fontes, 1987. p.p. 42, 43.

Retirado e adaptado de Letras com cifras

Sortear outra música


Faça um donativo!

Faça um donativo!

Agora é mais fácil com Paypal!

Com o paypal.me pode contribuir para o site em qualquer moeda e em qualquer valor com a segurança desta plataforma.

Clique aqui para ajudar com o que quiser, com o que poder.