França 1938, III copa do mundo

Separadores primários

O rádio brasileiro estava lá

França 1938, III copa do mundo: O rádio brasileiro estava lá

Gisela Swetlana Ortriwano, Universidade de São Paulo, ECA

Gisela Swetlana Qrtriwano é jornalista, doutora em Ciências da Comunicação e professora de radiojornalismo na Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo. Coordena o NJMT - Núcleo de Jornalismo, Mercado e Tecnologia. Autora de A informação no rádio (Summus). E-mail: gsortriw@usp.br

Biblioteca On-line de Ciências da Comunicação

"i>Quem, como eu, se criou ouvindo aqueles artistas da emoção que irradiavam os jogos, nunca pôde aceitar outro estilo de narrar que não fosse o dramático latino. Lembro que na primeira vez em que fui ver um jogo até me decepcionei um pouco.
Futebol no campo era emocionante, mas não era tanto como no rádio. Mas nunca perdi a impressão de que quem não transmitisse o futebol como um locutor brasileiro, de certa forma o estava traindo. Era inadmissível, por exemplo, que o grito de 'gol' tivesse um só 'ó'."

AnexoTamanho
PDF icon Copa do mundo46.69 KB

Faça um donativo!

Faça um donativo!

Agora é mais fácil com Paypal!

Com o paypal.me pode contribuir para o site em qualquer moeda e em qualquer valor com a segurança desta plataforma.

Clique aqui para ajudar com o que quiser, com o que poder.