Transistor bipolar

Separadores primários

Simbolo transístor NPN
Simbolo transístor PNP

Transístor bipolar

O transístor de junção bipolar é um dos componentes mais importantes na Eletrónica.
É um dispositivo com três terminais: Base, Coletor e Emissor.
É possível usar a diferença de tensão entre dois dos terminais para controlar o fluxo de corrente no terceiro terminal, ou seja, obter uma fonte controlável.
O transístor permite a amplificação e comutação de sinais, tendo substituído as válvulas termo-iónicas na maior parte das aplicações.
Um transístor bipolar (com polaridade NPN ou PNP) é constituído por duas junções PN (junção base-emissor e junção base-colector) de material semicondutor (silício ou germânio) e por três terminais designados por Emissor (E), Base (B) e Colector (C).
As especificações técnicas indicam, além de outros detalhes, a tensão máxima de funcionamento, a corrente máxima, ganho e dissipação de potência, corrente de base e frequência de corte.
Estes detalhes devem ser observados quando é necessário efetuar-se uma substituição.
As tensões podem ir de algumas dezenas a milhares de volts. A corrente pode chegar a dezenas de Ampere e a dissipação de potência a mais de 100W.
O encapsulamento depende destas características elétricas.
Os mais comuns são o TO92 para transistores como o BC549, TO220 para o BD203 ou o TO3 para o 2N3055.
Num esquema elétrico, além da referência, é assinalado com as letras Q ou TR seguidas de um número que identifica a sua sequência no circuito.


Faça um donativo!

Faça um donativo!

Agora é mais fácil com Paypal!

Com o paypal.me pode contribuir para o site em qualquer moeda e em qualquer valor com a segurança desta plataforma.

Clique aqui para ajudar com o que quiser, com o que poder.