A rádio contada em imagens (I)

Separadores primários

Imagem respeitante à idade provecta da música

Nos anos de 1946 e 1947, a publicação Rádio Nacional inseriu um conjunto de desenhos ou vinhetas que poderiam formar uma espécie de banda desenhada sobre a rádio. Aqui, escolhi a grande maioria das imagens editadas – 21, mais precisamente -, algumas com uma riqueza de pormenores a precisarem de interpretação. A Rádio Nacional era propriedade da empresa Jornal do Comércio e Colónias. A empresa jornalística teria feito um contrato com um fornecedor de desenhos, a espanhola Sintonia (os desenhos humorísticos aparecem ainda com as marcas O-20 e F). No final de 1947, com a orientação do jornal pela Emissora Nacional, cessou a colaboração. Depois, no final de 1950, a responsabilidade do semanário voltava para a empresa do Jornal do Comércio e das Colónias.

A 26 de maio de 1946, surgia uma imagem respeitante à idade provecta da música ouvida na rádio. Creio que hoje já não se diz “esse disco tem barbas”, mas, no tempo em que saiu a vinheta, no pós-II Guerra Mundial, as rádios estavam na penúria e a edição de discos novos não era grande.