A rádio contada em imagens (IV)

Separadores primários

Entrevista a um guarda-redes

Em 1947, no país ainda não se pensava em televisão. Mas ela já fora experimentada antes do início da II Guerra Mundial em França, Inglaterra, Alemanha e Estados Unidos. Cada país tinha o seu sistema técnico de televisão. Durante o conflito mundial, as emissões pararam, mas regressaram em 1945. Primeiro naqueles países, depois noutros. Em Portugal, só houve emissões experimentais em setembro de 1956 e, depois, de modo regular, a partir de março de 1957.

A legenda carece, então, de explicação. Na rádio lisboeta de então, havia quatro estações: Rádio Graça, Rádio Peninsular, Rádio Voz de Lisboa e Clube Radiofónico de Portugal, integradas num grupo, os Emissores Associados de Lisboa. A essas estações chamavam-se “minhocas” (pela pequena dimensão) e centralizadas (porque emitiam algumas horas por dia numa só frequência). Quando surgisse a televisão, essas estações poderiam participar no novo meio, apresentando chapéus diferentes, o que poderia entusiasmar o espectador.

Na realidade, houve duas realidades que o desenho não anteviu. As estações de rádio participaram no capital inicial da RTP (1400 mil escudos, uma verba apreciável). A RTP emitiu um único canal até 1968, quando nasceu a RTP2.

A imagem seguinte seria publicada a 29 de maio de 1947, uma das vinhetas mais divertidas. O guarda-redes teria uma altura descomunal e, para o entrevistar, seria preciso arranjar uma escada conveniente. Certamente que o relatador confundiu a altura do jogador, mas há uma história de um relatador que, deslocado à Argentina, se viu obrigado a pensar em fazer o relato de uma escada de bombeiros por dificuldade de acesso. Ainda experimentou mas viu que não conseguia fazer a reportagem de fora do estádio, porque a distância não o permitia identificar os jogadores. Felizmente, ele revelou-se um grande dançarino de tango em festa realizada para jornalistas e radialistas, o que lhe angariou simpatias e o livre acesso ao estádio. O relatador chamava-se Nuno Brás e estava a cobrir um campeonato mundial de hóquei em patins.