Emissões de rádio e TV foram suspensas em Timor-Leste

Separadores primários

Hoje, segunda-feira, dia 10, foram retomadas as emissões da televisão timorense.

A Rádio e Televisão de Timor-Leste (RTTL) suspendeu hoje as suas emissões por razões de segurança, na sequência de um ataque às suas instalações por um
grupo de jovens, disse à Lusa o director-geral da estação.

«Após um encontro entre a direcção e as redacções da televisão e da rádio, decidimos suspender as emissões, porque alguns dos nossos jornalistas e funcionários
foram ameaçados e estão em pânico», disse Virgílio da Silva Guterres, contactado telefonicamente em Díli.

«As emissões só serão retomadas quando as forças internacionais garantirem a segurança das instalações», referiu.

O incidente ocorreu cerca das 10:30 locais (02:30 em Lisboa), quando dezenas de jovens apedrejaram e tentaram invadir as instalações da RTTL em Caicoli,
centro da cidade, aparentemente em retaliação pela transmissão, terça-feira à noite, de uma notícia sobre a concentração de milhares de apoiantes da FRETILIN
nos arredores de Díli, em que alegadamente o Presidente da República, Xanana Gusmão, terá sido injuriado.

A pesar de ser uma área de actuação das tropas australianas, uma patrulha da GNR, cujo quartel se situa nas proximidades, interveio e conseguiu dispersar
os atacantes, tendo detido o líder do grupo, segundo o comandante operacional do contingente português em Timor-Leste, capitão Gonçalo Carvalho.


Faça um donativo!

Faça um donativo!

Agora é mais fácil com Paypal!

Com o paypal.me pode contribuir para o site em qualquer moeda e em qualquer valor com a segurança desta plataforma.

Clique aqui para ajudar com o que quiser, com o que poder.