100 anos de radiodifusão - 1960-1970: Reinvenção do rádio

Separadores primários

1960-1970: Reinvenção do rádio

1. O "Top 40" domina:
Inspiradas no trabalho de profissionais como MacClendon e Bill Drake, centenas de emissoras de AM adoptam uma programação baseada no "Top 40", informação do estado do tempo e temperatura.
Afixados nas cabinas de emissão proliferam os avisos "Seja claro, seja breve" e as músicas, de 3 minutos cada, são escolhidas por homens cínicos e velhos. Abundam os jingles e as promoções.
Os programas, publicidade e música são, agora, direccionados para um público com idade compreendida entre os 12 e os 35 anos, baseando-se esta escolha em estudos demográficos que indicam ser este o grupo de pessoas com maior poder de compra e com disponibilidade para gastar em bens e serviços.

2. Beatles:
Em 1963, emquanto as estações do "Top 40" em AM, repetem desgastadas músicas de 3 minutos, na Inglaterra, nasce um grupo que mudaria, em todo o mundo, o panorama musical para sempre.
Com os Beatles e os Stones os "Top 40" rejuvenescem com a nova música.

3. Underground e protesto:
A cena musical está prestes a alterar-se. As audiências são o catalizador para a mudança. De repente há muito mais música, atrevida e audaz, não controlada pelas companhias tradicionais, música que sai de San Francisco e influenciada pelo "Monterey Pop Festival" de 1968.
Entre as manifestações contra a guerra, experimenta-se o sexo e as drogas.

4. Finalmente o FM:
Inventado 40 anos antes, o FM finalmente destrona o velho AM. A música pop exige melhor qualidade e o FM está mais próximo dos sistemas de áudio doméstico.
As emissoras de AM recusam-se a tocar a nova música não conseguindo competir com a qualidade e programação do FM.

Comentários

Porque embora muitos dos "artigos" até agora publicados mereçam elogiosos comentários, na verdade esquece-se os que e nem sendo comentados "até á data" mas que na verdade "isenta" são realidades que merecidamente serão esquecidas eternamente?!
Recordo apenas um que "a meu ver" merece sim na verdade ser recordado, "A hora da Saudade" que trazia desde as colónias a vóz de "alguns militares apenas" que no mato eram obrigados a cumprir o "tal" dever de bom cidadão!
E nem refiro datas, porque quem as esqueceu? Eu estive em Angola enre 1963 a 1966, não me conto entre esses cuja vóz tivesse sido gravada, para ser ouvida algures, por isso digo acima "alguns militares apenas".


Faça um donativo!

Faça um donativo!

Agora é mais fácil com Paypal!

Com o paypal.me pode contribuir para o site em qualquer moeda e em qualquer valor com a segurança desta plataforma.

Clique aqui para ajudar com o que quiser, com o que poder.