continuação,N.é Hist:

Separadores primários

Pag:4
O referido barco, que eu "naquela altura" já percorrera várias vezes desde a popa á proa e desta de novo ao inicio, tudo enquanto alguns elementos de terra e tripulação ainda procediam a algumas regras de segurança, quando me apercebo alguém falar a mesma língua que eu, pelo que não tardei a travar conversa com ele, "curta" pois verificava enorme pressa, mas que de imediato me pergunta, procuras trabalho?...
Pelo que apenas respondi, achas que me aceitam? Em que trabalhavas em portugal? Electrónica respondo, sem dizer nada mais, dispara a correr pela "única ainda” escada acima, e em segundos volta, dizendo-me “queres subir ?” Ora sem outros comentários, não hesito, e tal como ele aconselha, dou em correr atrás de si quando já em terra retiravam a tal escada, pois na situação em que me encontrava em nada mais poderia pensar, sentia-me já quase praticamente sem dinheiro para tudo além do regresso a casa, que me seria quase impossível.
Já dentro do átrio de entrada, o tal amigo me previne que a policia de bordo, me pediria a identificação, mas que servia apenas o B.I. mas eu apresento o passaporte, embora nem sabia a certeza que o tinha comigo, nem tive tempo para pensar ou proferir outras palavras, devido á situação que me encontrava. >>>continuará…


Faça um donativo!

Faça um donativo!

Agora é mais fácil com Paypal!

Com o paypal.me pode contribuir para o site em qualquer moeda e em qualquer valor com a segurança desta plataforma.

Clique aqui para ajudar com o que quiser, com o que poder.