15º [Onda Curta] Boletim Setembro-24-07

Separadores primários

Panorama DX
Por Célio Romais

ÁFRICA DO SUL – A Rádio Sonder Grense, de Meyerton, foi captada, em Porto Alegre (RS), pelo colunista, em 21 de setembro, às 0251, pela freqüência de 3320 kHz. A emissão em africâner apresentava anúncios comerciais.

ANTARTIDA ARGENTINA - A Rádio Nacional San Gabriel emite da Antártida, de segundas a sextas-feiras, entre 1800 e 2100, em 15476 kHz. Entre 2000 e 2100, a Rádio Afrique Numero Un, do Gabão, não está presente em 15475 kHz, o que possibilita a sintonia da estação argentina, de acordo com dica do Rudolf Grimm, de São Bernardo do Campo (SP).

ARGENTINA – A emissão em inglês da RAE foi captada, em Porto Alegre (RS), pelo colunista, em 22 de setembro, às 0240, pela freqüência de 11710 kHz. Na oportunidade, era apresentado o programa de DX da emissora, com informações das escutas de Kouji Hashimoto, realizadas no Japão.

BRASIL – A Rádio Record, de São Paulo (SP), voltou a ser captada em 9505 kHz, em 31 metros. Foi ouvida, em Novo Hamburgo (RS), em 20 de setembro, pela manhã, pelo Édison Bocorny Júnior. De acordo com ele, a qualidade do sinal era boa.

BRASIL – Já faz algum tempo que a Rádio Canção Nova, de Cachoeira Paulista (SP), não tem sido captada em 4825 kHz. Em 22 de setembro, às 2201, durante a emissão do programa Além Fronteiras, foi captada, em Porto Alegre (RS), pelo colunista, apenas em 9675 e 6105 kHz. Nesta última, dividia a sintonia com a Rádio Filadélfia, de Foz do Iguaçu (PR).

BRASIL – A Radiobrás irá testar, nos próximos dias, o sistema Digital Radio Mondiale, usando a freqüência de 980 kHz, em ondas médias, da Rádio Nacional de Brasília. A estatal está esperando um funcionário da empresa que fabricou o equipamento para iniciar os testes, pois a primeira tentativa, que consistia em mesclar os sinais de DRM e AM, apresentaram duas bandas laterais e não apenas uma como estava inicialmente previsto. As informações são de Noé César, que atua no departamento técnico da Radiobrás.

BRASIL – A Rádio Itatiaia, Belo Horizonte (MG), foi captada, em Porto Alegre (RS), pelo colunista, em 22 de setembro, às 2153, pela freqüência de 5970 kHz, quando era apresentado o programa “A Turma do Bate Bola”.

BRASIL – A Super Rede Boa Vontade de Rádio, de Porto Alegre (RS), está ativa na freqüência de 9550 kHz, em 31 metros. O colunista ouviu a emissora, em Porto Alegre (RS), em 22 de setembro, às 2129, quando Sara Jane apresentava um programa sobre a Religião de Deus.

EQUADOR – A HCJB espera continuar a transmitir para a Europa usando suas antenas localizadas em Pifo. Ocorre que a construção do novo aeroporto de Quito, que implica na destruição das antenas, está atrasada há vários meses. Assim, a direção da estação tentará firmar um acordo com os construtores para prosseguir utilizando as antenas. As informações saíram em uma circular da seção alemã da HCJB e foram divulgadas por Kai Ludwig no DXLD.

HOLANDA VIA LITUÂNIA – A The Mighty KBC é uma emissora holandesa que tem emitido, em ondas curtas, nos finais de semana, na freqüência de 6255 kHz, via transmissor lituano de Sitkunai, conforme dica de Rudolf Grimm, de São Bernardo do Campo (SP). Em Porto Alegre (RS), o sinal da emissora chegou regular em 22 de setembro, às 2247, quando ia ao ar músicas em estilo pop rock. Mais detalhes da emissora em www.kbcradio.eu.

ITÁLIA – A RAI irá acabar com as transmissões em ondas curtas no próximo dia 30. Recentemente, um grupo de trabalhadores esteve reunido com o governo italiano para discutir o fechamento da emissora. Atualmente, 17 funcionários e 28 tradutores trabalham na RAI Internacional. Ao fazer um balanço da programação em inglês da RAI em ondas curtas, Kim Andrew Elliott classifica a mesma como “uma companhia agradável para ler o jornal ou lavar os pratos numa noite fria de inverno”. Tal se deve uma vez que a transmissão nunca passou de pouco mais de 10 minutos de notícias e outros 10 de músicas italianas dos anos 50 ou 60. As informações foram publicadas no DXLD, de Glenn Hauser.

JAPÃO – A NHK irá continuar com suas emissões em inglês direcionadas à América do Norte e Hawaí, de acordo com informações de Tom Kirvaitis, de Los Angeles, nos Estados Unidos, publicadas no DXLD.

LÍBIA VIA FRANÇA – A Voice of África é a emissora oficial da Líbia. Está presente, nas ondas curtas, em diversos horários e freqüências, usando os transmissores franceses de Issoundun. A estação, também conhecida como Radio Jamahiriya, tem chegado, com som local, no Sul do Brasil, em 11835 kHz, em boa parte da tarde. Conforme o EiBi, a estação emite, nesta freqüência, entre 1600 e 1800, em francês, e das 1800 às 2000, em hausa. Após, permanece no ar em 11835 kHz, emitindo em árabe. Em 23 de setembro, por exemplo, permanecia no ar, apresentando músicas, notícias e discursos políticos, sempre em árabe. Às 2220, um locutor apresentou um noticiário em francês. A estação deixa os 11835 kHz exatamente às 2300. Anuncia, constantemente, o site http://voiceofafrica.com.ly e o e-mail info@voiceofafrica.com.ly.

MALI – A RTV du Mali, que emite de Bamako, pela freqüência de 4835 kHz, foi sintonizada, em Porto Alegre (RS), pelo colunista, em 22 de setembro, às 2116, quando irradiava músicas típicas africanas.

MARROCOS – Em São Bernardo do Campo (SP), Rudolf Grimm notou que, nos últimos dias, o sinal da excelente emissora marroquina Medi Un tem chegado mais cedo ao Brasil em 9575 kHz. Em 22 de setembro, ele captou a emissora às 1815, em plena tarde aqui no Brasil.

MAURITÂNIA – O Ramadã foi o mês em que Maomé recebeu revelações do anjo Gabriel as quais, reunidas mais tarde, formaram o Corão. Em 2007, o Ramadã vai de 13 de setembro a 12 de outubro. Nesta época, muitas emissoras pertencentes a países muçulmanos estendem suas transmissões de rádio além do período habitual. Uma destas é a Rádio Mauritânia, que emite em 4845 kHz. Em Porto Alegre (RS), o colunista acompanhou a emissora, em 22 de setembro, às 0251, quando seu transmissor já deveria estar desligado. Naquele momento, a emissão, em árabe, apresentava uma entrevista.

PERU – Em Porto Alegre (RS), o colunista captou a Rádio Victoria, de Lima, em 20 de setembro, às 0441, pela freqüência de 6020 kHz. Trata-se de uma estação religiosa, ligada à igreja pentecostal Deus é Amor. Em sua emissão, a Rádio Victoria apresentava um pastor, em legítimo idioma ‘portunhol’, dando horários e datas de cultos.

RUANDA – País africano devastado pela guerra civil no início da década de 1990, Ruanda também está presente nas ondas curtas. A Rádio Rwanda emite pela freqüência de 6055 kHz, da capital Kigali, em alguns horários, em francês e outras línguas locais. No Sul do Brasil, o sinal da emissora pode ser monitorado, por volta de 0430, em que pese entrar em choque com a emissão em espanhol da REE para a América do Norte. Em 20 de setembro, o colunista ouviu a emissora, às 0435, quando um apresentador, em idioma desconhecido, fazia um provável chamamento à população.

RÚSSIA – Em nove de outubro, o programa Frecuencia RM, da Voz da Rússia, irá anunciar os ganhadores do concurso que destacou os 75 anos das transmissões em espanhol da emissora. As informações são de Arnaldo Slaen, de Buenos Aires, na Argentina.

RÚSSIA – Uma transmissão em português da Voz da Rússia tem sido monitorada, entre 2100 e 2200, na freqüência de 9480 kHz. Apesar de forte interferência de uma estação regional chinesa, a emissora pode ser captada, neste horário, no Brasil. Aos sábados, a programação em português apresenta o segmento Fatos Curiosos.

VENEZUELA VIA CUBA – A Rádio Nacional da Venezuela, também conhecida como A Voz da República Bolivariana da Venezuela, transmite, em espanhol, entre 2000 e 2100, em 17705 kHz, graças as facilidades proporcionadas pela Rádio Havana Cuba. O sinal tem chegado com ótima qualidade em São Paulo (SP), conforme constatação de Cassiano Macedo.

AnexoTamanho
Microsoft Office document icon Boletim Setembro, 24-0741 KB

Faça um donativo!

Faça um donativo!

Agora é mais fácil com Paypal!

Com o paypal.me pode contribuir para o site em qualquer moeda e em qualquer valor com a segurança desta plataforma.

Clique aqui para ajudar com o que quiser, com o que poder.