Vozes: Adolf Hitler

Separadores primários

Imagem: 
Cruz suástica
Exército Nazi
Outra foto de Hitler

"(... Hitler só teve existência política graças ao rádio e aos meios para se dirigir ao público.(...) Se a TV existisse na época de Hitler, ele teria desaparecido logo. (...) a TV, é um meio frio que rejeita as personalidades ,os assuntos e as pessoas quentes do meio quente da imprensa.”


VIDA E MORTE DE HITLER


Adolf Hitler (1889-1945)

Nasce em Brenau, Áustria, e vive em Viena entre 1909 e 1913, quando assimila o nacionalismo pangermânico e o anti-semitismo radical predominantes. Em 1914 alista-se no Exército alemão como voluntário, é ferido em combate e recebe a condecoração da Cruz de Ferro. Em 1918 e 1919 trabalha na secção de imprensa e propaganda do Exército em Munique. Em setembro de 1919 filia-se no Partido Operário Alemão (DAP), convertendo-o no final de 1920 no novo Partido Operário Nacional-Socialista Alemão (NSDAP, que ganharia o apelido de "nazi"), o qual passa a chefiar em julho de 1921.

Preso em 1923, após frustrada tentativa de golpe de Estado em Munique, consolida as suas idéias no livro Mein kampf (Minha luta), escrito na prisão.

A sua ideologia é baseada num conglomerado de idéias que incluem o niilismo de Nietsche, o racismo de Gobineau e Chamberlain, a teoria da herança genética de Mendel, a fé no destino de Richard Wagner, a geopolítica de Haushofer e o neodarwinismo de Ploetz. As idéias motrizes são o nacionalismo, o anticomunismo e o anti-semitismo. Propõe a defesa do sangue e do solo alemães, o aniquilamento dos judeus, o fortalecimento da raça ariana, a integração incondicional do indivíduo na comunidade e a fé cega no líder (führer).

Com base nessas linhas ideológicas, estabelece como objectivos políticos a construção de um novo Estado (o III Reich) que seja capaz de promover a autonomia econômica para a Alemanha, conquistar o seu "espaço vital", libertá-la das cadeias do Tratado de Versalhes e aniquilar o bolchevismo.

Assume o poder em janeiro de 1933. Casa-se com a sua amante, Eva Braun, pouco antes de se suicidar, em 1945, no bunker da Chancelaria alemã, em Berlim.

Era tal o poder de fascínio da oratória Hitleriana, que muitos autores comentaram sobre a sua capacidade de hipnotizar o público.

Segundo Stanley High, “Quando, num ponto culminante, balança de um lado para o outro, os ouvintes se balançam com ele. Quando se inclina para a frente os ouvintes também o fazem e quando termina, estão reverentes e silenciosos ou de pé em delírio, como Hitler quiser”.

As palavras, conforme ensina a tradição ocultista universal, desempenham uma função mágica, não pelo seu significado mas pela natureza das suas vibrações sonoras. Isto Hitler conhecia perfeitamente e também sabia -aprendera da Igreja Católica que a repetição exagerada de determinadas expressões tem o poder de penetrar nos níveis mais profundos da mente humana.

Basta estar atento às actuais campanhas eleitorais ou aos anúncios publicitários na televisão, para perceber que estas tácticas hitlerianas foram bem aprendidas.

O que Hitler não sabia ou não quis saber, é que esta acção mágica pode ser muito eficaz, mas não dura muito tempo se se contrariar a natureza; e nada mais contraditório da natureza e do senso comum do que a ideia de uma raça superior dominando todas as outras durante os mil anos que duraria o III Reich.

Não pode ou não o quis levar em conta?

Como poderia com paginar-se a água tranquila de uma fonte com o cântaro de azeite fervente do ditador?

Comentários

Bom se eu entendesse alemão! E se tivesse o ultimo discurso de Hitler!

Hitler foi o causador de muitas mortes e de pessoas inocentes, por sua causa toda a Alemanha e outros lugares foram destruídos, como não conseguiu a vitória e ser adorado como um deus, ele se matou, como um covarde!

A morte de Hitler apenas confirmou q homem algum pode assumir o lugar do Rei Supremo, submeteu milhares de humanos á crassa tortura e prematura morte, privou pais de criarem seus fihos, filhos de conhecerem seus pais. Enfim a morte ainda é pouco para um ditador cruel e desumano. Hitler teve seus motivos para praticar tal genocídio, mas nenhuma explicação levaria a entender tal atitude perversa e assassina.

com certeza este homem esta nos braços de demônio e ficará lá por toda eternidade,sendo isso pouco para alguém que se "acha deus " na terra.


Faça um donativo!

Faça um donativo!

Agora é mais fácil com Paypal!

Com o paypal.me pode contribuir para o site em qualquer moeda e em qualquer valor com a segurança desta plataforma.

Clique aqui para ajudar com o que quiser, com o que poder.