Pioneiros da rádio - Pg3

Separadores primários


OS PIONEIROS NO MUNDO DA RÁDIO



Réplica do transmissor


Página 3 de 4
  • Charles D. Herrold 1875-1948
  • Nascido em Illinois, começou a trabalhar com transmissão de sinais sem fios em San Jose, Califórnia. Foi inventor, professor, e é por muitos considerado como sendo o " Pai da Radiodifusão ". Herrold foi um dos primeiros pesquisadores a transmitir mensagens de voz na história do rádio ( em 1909 ) da ' Faculdade Herrold de Engenharia e Telegrafia sem fio ' em San Jose. Tinha um horário regular para transmitir os sinais entre 1909 e 1917, e reivindicou ter cunhado o termo ' Broadcasting'. Em 1915, propagou atravez das ondas da rádio desde a Feira Mundial, a uma distância superior a 50 milhas, transmitindo notícias e música.


  • Dr. Oliver Heaviside
  • Nascido em 13 de março de 1850 em Londres, o seu nome está ligado à teoria apresentada por si próprio, da existência de uma capa ionizada permanente na parte superior da atmosfera, capaz de reflectir as ondas electromagnéticas, permitindo a propagação dos sinais de radio ao redor do mundo.


  • Joseph Henry 1797-1878
  • Físico norte-americano, cuja obra mais importante foi o estudo do electromagnetismo, Joseph Henry descobriu o fenômeno da auto-indutância, que enunciou em 1832, trabalhando como primeiro director do Instituto Smithsonian de 1846-1878. Nasceu em Albany, Nova Iorque, e frequentou a Academia de Albany - embora a sua educação primária e secundária seja convencional. Ao ler um livro popular sobre ciências, ficou encantado e determinado a seguir carreira nessa área começando a estudar para entrar na Academia. As experiências de Henry com electroímãs permitiram a Faraday e outros futuros pesquisadores, terem melhores ferramentas para os seus estudos. Melhorou o elecctroímã com o uso de fios separados, e é creditado por ter descoberto a resistência indutiva. De facto, a unidade de medida de resistência indutiva é o ' henry', em sua honra. Henry também inventou um motor eléctrico em 1829, um telégrafo em 1831, e o relé em 1835, tendo trabalhado com transformadores e enrolamentos não indutivos.


  • Heinrich Hertz 1857-1894


  • Hertz


    Físico Alemão, Hertz nasceu em Hamburgo e frequentou a Universidade de Berlim. Em 1883 tornou-se instrutor na Universidade de Kiel - onde em primeiro lugar, estudou o trabalho de Maxwell. Maxwell tinha teorizado que os campos elétricos na forma de ondas se propagavam à velocidade da luz em vez de instantaneamente. Para provar isto, Hertz efectuou uma série de experiências entre 1886 e 1889 envolvendo medições da força das oscilações em diferentes pontos ao longo de uma folha de zinco. Estas experiências confirmaram a existência de ondas, e que estas ondas agiam de forma idêntica à luz, com relação à refracção e polarização. Em resumo, Hertz tinha provado a teoria de Maxwell de que a luz era uma forma de radiação electromagnética. Desde então, em sua homenagem, dá-se o nome de ondas hertzianas. Hertz descobriu o efeito fotoeléctrico e investigou a natureza dos raios catódicos.


  • C.F. Jenkins 1868-1934
  • Nascido em Daitona ( USA ), foi precursor da televisão. Depois de inúmeros estudos e investigações, realizou a sua primeira transmissão de imagens em 1922, e publicamente em 1925 a uma distância de 13 kilômetros.


  • Willian Thomson Kelvin 1824-1907
  • Nascido em Belfast, ingressou como estudante na Universidade de Glasgow com a idade de 10 anos e formou-se em 1845 aos 21 anos. As suas grandes invensões na telegrafia, o seu compasso magnético e aparelhos de sonda marinha tornaram-no famoso e rico.


  • A.E. Kennelly 1861-1939
  • Natural de Bombaim na India, estudou em diversas universidades da Inglaterra e América, formando-se físico e engenheiro. Foi auxiliar de Edison durant mais de 7 anos. Em 1902, foi nomeado professor da Universidade de Harvard, época em que deu a conhecer as suas teorias sobre a existência da capa de "Kennelly-Heaviside".


  • Arthur Korn
  • Nascido no ano de 1870 em Breslau, Alemanha, foi educado em Paris tornando-se professor de física na Universidade de Munich de 1903 a 1908 e posteriormente da Politécnica de Charlotenburg em Berlim. Conhecido pelas suas experiências e inventor de um método de transmissão de fotografias por telégrafo. A primeira fotografia enviada por telégrafo foi feita de Munich a Berlim em 1907 utilizando o seu método.


  • Irving Langmuir 1881-1957
  • O trabalho de Irving Langmuir conduziu a duas invenções principais: a válvula de emissão de electrões e a lâmpada incandescente. Nascido em Brooklyn, Langmuir foi educado nas escolas públicas de Nova Iorque e Paris, em França. Tornou-se Bachareu na Columbia University School of Mines e Ph.D.em química na Universidade de Gottingen na Alemanha onde estudou junto com o Prémio Nobel Walther Nernst. O primeiro trabalho profissional seu foi como instrutor de química em New Jersey de 1906 a 1909. De lá mudou-se para o Laboratório de Pesquisa da General Electric em Schenectady, Nova Iorque. O que começou como um trabalho de verão, floresceu numa carreira com a companhia que durou o resto da sua vida. Enquanto esteve na G.E., Langmuir recebeu 63 patentes e foi laureado com o prémio Nobel de química em 1932, como também numerosas outras honras. A ele se deve a descoberta de que com o tratamento de óxido de tungstita na construção dos filamentos de tungstênio, com certos compostos de tório, o filamento converte-se em tungstênio toriado e a emissão electrônica aumenta consideravelmente. Este trabalho levou directamente à invenção da válvula elecctrônica em 1912 e a lâmpada incandescente a gás em 1913. Langmuir foi responsável pelas muitas descobertas científicas básicas que representaram um papel fundamental no desenvolvimento de produtos eléctricos comerciais. As contribuições para a teoria atômica e a compreensão da estrutura atômica lançaram luz no significado de isótopos.


  • Mahlon Loomis 1826-1886
  • Nascido em Nova Iorque, e dentista de profissão, interessou-se por electricidade, realizando várias experiências sobre os efeitos da electricidade no crescimento de vegetais. O seu trabalho em comunicação sem fios - embora não de facto comunicação de rádio - poderia ter sido bem mais importante se isto não tivesse interferido na economia do dia a dia. Nunca teve o apoio financeiro para continuar o seu trabalho. Entre as outras experiências que realizou, destaca-se a tentativa de substituir baterias com electricidade captada da atmosfera - tentou impinar papagaios prendendo fios metálicos para juntar esta electricidade.


Página 4


Faça um donativo!

Faça um donativo!

Agora é mais fácil com Paypal!

Com o paypal.me pode contribuir para o site em qualquer moeda e em qualquer valor com a segurança desta plataforma.

Clique aqui para ajudar com o que quiser, com o que poder.