RARET - Rádio Europa Livre

Separadores primários

Comentários

Retrato de Rutra1

Permita; Exmº Senhor MARIO PORTUGAL "CT1DT" de respeitosamente endereçar os meus humildes agradecimentos pelo óptimo trabalho de divulgação dum saudoso, mas meritório trabalho da RARET "da qual fêz parte", solicitando-lhe permissão para imprimir para M/arquivo, as 20 páginas que o constituem.
Muito e muito OBRIGADO, cumprimentos,CT4LZ.

Meu caro colega radioamador CT4LZ, uma das mais de 1300 pessoas que tiveram a curiosidade de ler este extenso artigo sobre a RARET.
Quem lhe escreve, é exactamente esse seu colega Mário Portugal Bettencourt Faria, CT1DT e que viveu apaixonadamente esses 35 anos de lindissima actividade electrónica na Empresa e, desde há muitos anos, colaborador mensal da revista de Telecomunicações QSP, publicada em Viseu, e mum BLOG pessoal, de nome: www.engenhocando.blog.com
Como pôde constatar, muitas mais coisas ficaram por referir, mas dada a extensão do artigo, tivémos de encurtá-lo.
Foi-nos muito grato ver que o BLOG AMINHARADIO, se interessou por este trabalho, retirando-o do anonimato.
Assim, para o seu Director, os nossos mais profundos agradecimentos.

Retrato de Jose Manuel Lopes

Não sou rádio amador nem CB, apenas uma pessoa que se interessa pela rádio em geral, sou mais um estudioso da electrónica em geral, só fiz transmissões na tropa (era a minha arma) Transmissões.
Li e imprimi todo o artigo sobre a RARET e a sua e suas Histórias que por ela passaram, gostei imenso.
Também sou assinante da revista QSP e leitor atento dos artigos que lá escreve, sempre muito interessante, diria mesmo são daqueles artigos que prendem a nossa atenção.
Cá espero por outras histórias da rádio da sua parte.
Cumprimentos,
José Manuel Lopes

José Manuel Lopes

Bom dia,

Nao consigo ler o artigo dedicado à RARET sem depois deixar um comentario.
Sou uma ex-aluna da Escola da Raret na Gloria do Ribatejo, resido em Marinhais, tenho 39 anos e partilho da mesma "paixao" e quem sabe "saudade" dos tempos vividos nesse Centro Retransmissor.
Muitos dos nomes que referiu sao-me muito familiares, porque alguns ainda residem em Marinhais, outros já nao porque a vida assim o quiz. Refiro-me aos Eng.'s Fernando Rocha, Aleixo Fernandes, Pombeiro Fevereiro, Estrela Rodrigues (paz à sua alma), Mário Dias (que Deus o tenha também), Barragan ... entre outros.
Faço questao de referir que o ensino usado nesse tempo naquela escola era de qualidade e que nada tem a ver que o ensino estatal de hoje. Ja no meu tempo havia diferença!
Em Junho de 2006 houve um encontro convivio organizado por ex-alunos da RARET no qual que se reuniu professores e alunos que já havia muitos e muitos anos nao se viam. Estive presente e foi muito emocionante. Nesse encontro foi proporcionado uma visita às antigas instalaçoes da escola. O actual proprietario concedeu uma "ultima" visita às mesmas, a qual tambem foi feita com muita emoçao e recordaçao de tantos cantinhos que fizeram parte das nossas vidas.
Agradeço este momento de alegria, emoçao, fantasia vivido ao ler este artigo que muito me informou da historia da RARET que desconhecia.

Bem haja

Herminia Loureiro

Cara Hermínia Loureiro, muito obrigado pelo seu comentário.
Enviamos este seu comentário ao autor do artigo, Mário Portugal, que ficou muito feliz por saber que o assunto, mesmo depois de tantos anos, continua ainda a provocar lembranças agradáveis.

Cordialmente,

António Silva

Cara Herminia Loureiro
Cheia de saudades de Portugal busquei em Google alguma coisa e encontrei Raret Radio Europa Livre!
Tambem passei muitas ferias no final dos anos 50, principio dos 60 na Raret em casa dos meu tios,
Fatima e Aleixo Fernandes assim como uns meses em Marinhais em 1965 onde a minha tia Maria Veneranda
foi professora!Tenho muitas saudades desses tempos que ja nao voltam.Vivo em Barcelona mas nao esqueço
nunca Portugal!Um grande abraço
liza fernandes

haha...Liza ... e brincámos juntas muitas vezes...que saudades da Professora Veneranda e dos Tios Aleixo e Fátima, amigos de meus pais (Alberto (já falecido) e Maria Helena)
Um Beijo
Saudades
Ana-Paula

Ola Ana-Paula! So hoje li a sua resposta! A minha tia Maria Veneranda faleceu em 2002! No outro dia falei com o
tio Aleixo sobre esta pagina! Os primos Jose Antonio,Paulo,Fatinha e Joao e Pedro estao todos bem.
Tenho muitas saudades da Raret e de Marinhais, os anos passam tao depressa! Um grande beijo desde Barcelona,
liza (Lizarda)

Ao ler o artigo, não pude deixar de comentar, há que não confundir os sentimentos de quem de alguma forma teve alguma relação com a a raret, alunos, funcionários, etc, com a sua verdadeira razão de existência.
Na sequência da dita "onda popular" sem opinião do povo, mas apenas do governo dos EUA, a dita "Rádio Europa Livre" que tinha como principais objectivos fazer chegar a paises da Europa de Leste onde se praticava o Socialismo, que tanto assusta os Estados Unidos, onde os povos tinham todos sem excepção os mesmos direitos, educação gratuita, Saude, habitação, trabalho, férias, liberdades sindicais, etc., uma série de ideias e propaganda capitalista, afim de fragilizar estes países, para tal era necessário um ponto estratégico de retransmissão e que sítio melhor senão Portugal?
Abrigado pelo Regime Fascista de salazar, foi em Portugal que surgiu então o centro retransmissor raret, onde como é caracteristico de tais regimes, mais uma vez as diferenças eram notórias, quem era funcionário, professor, aluno, filho do funcionário, etc. tinha acesso a saude, educação e os demais privilégios a troco da ausência de opinião politica. Do lado de fora ficava mais uma vez o restante povo sem quaisquer direito nem regalias!
Era basicamente este o funcionamento da GRANDIOSA RARET, Ajuda pela democracia?? Qual?
Rádio Europa Livre?? Livre de quê?

Segundo o Camarada Nuno Sousa a RARET existia para "fazer chegar a paises da Europa de Leste onde se praticava o Socialismo, que tanto assusta os Estados Unidos, onde os povos tinham todos sem excepção os mesmos direitos, educação gratuita, Saude, habitação, trabalho, férias, liberdades sindicais, etc., uma série de ideias e propaganda capitalista,"

Francamente, como é possivel que haja ainda gente que acredite em tais baboseiras ideológicas ...

O que eu gostaria de saber é se a RARET foi alguma vez infiltrada pelo PCP, a mando do seus mestres do KGB em Moscovo ?