SIERA SA2073Z - Restauro de caixa em baquelite

Separadores primários


RESTAURO DE CAIXA EM BAQUELITE


Receptor: SIERA SA2073Z
Restaurado por: Júlio Branco


MÉTODO DE RESTAURO DA CAIXA EM BAQUELITE DE UM RÁDIO DA MARCA SIERA MODELO SA2073Z DE 1954


Estado em que se encontrava o gabinete


Este era o estado em que se encontrava o gabinete.


Método de restauro


O meu método de restauro:


Furação no perfil da zona partida, para colocação de pinos com o objectivo de dar mais resistência ao enchimento de fibra de vidro, em virtude de ser uma zona que suporta o peso do rádio.

Depois da furação, limpa-se muito bem com diluente celuloso todo o perfil partido para que seja retirada a gordura e a sujidade existente.


Aplicação dos pinos


Já com os 5 pinos aplicados, e em dois deles foi feito uma curvatura para acompanhar a da caixa.


Continuação da descrição, corte cartolina


Corta-se uma cartolina, de preferência com uma face brilhante, para cobrir a parte partida, marca-se onde se irá colar e espalha-se a cola de contacto. Isto para que não se suje com cola a zona onde se irá encher com fibra de vidro.


Colagem da cartolina


Depois de colada a cartolina, molda-se para acompanhar a caixa, e com o auxilio de grampos coloca-se uma ripa em madeira por fora, de modo a que a cartolina com o peso da fibra de vidro a aplicar, não altere a curvatura da caixa (ver fig.6).

Unta-se a cartolina, parte brilhante, com vaselina virgem, para que a fibra de vidro não se agarre à cartolina.


Colocação da fibra de vidro


Amassa-se a fibra de vidro, seguindo as instruções do fabricante, com uma quantidade necessária para encher a zona com falta de baquelite.

Aplica-se com o auxílio de duas espátulas e deixa-se secar muito bem (ler instruções do fabricante da fibra aplicada: tempo de secagem e manuseio). Cuidado trabalhar em local bastante arejado.


Continuação da aplicação


Depois de estar bem seca, com uma lima bastarda de meia cana, retira-se a fibra em excesso no interior e no exterior. De seguida afaga-se levemente com uma lima murça para retirar os vincos deixados pela lima anterior.


Continuação da aplicação


Pode acontecer que, em algumas zonas a fibra de vidro não chegue a todo o lado e fique uns pequenos sulcos. Foi o que aconteceu próximo dos pinos em aço, utilizei uma cola epoxi e juntei a esta, pó de baquelite da mesma cor da caixa previamente preparado, ficando uma espécie de betume. Apliquei-o nas zonas em falta, como se pode ver na figura, (manchas mais escuras), e deixei secar. Afaguei com muito cuidado com uma lima murça, em virtude da consistência dos materiais serem diferentes.

De seguida passei com uma lixa de água (1200), de modo a não ficar qualquer risco já de preparação para a pintura, como se pode ver na figura seguinte.


Aplicação da fibra e acabamentos


Esta foto já nos mostra o final do trabalho. Levou duas demãos de primário, depois de bem seco, foi então pintada com tinta acrílica, com uma cor preparada igual à baquelite original.


Final do trabalho


Vista em outro ângulo.


Visto de outro ângulo


E aqui está o gabinete do rádio pronto, depois de ter sido polido com massa de polir usada nos carros.



Júlio Branco

Comentários

:) realmente interessante o seu método de restauro,dá para notar,que chegou à perfeição.
Parabéns,pelo capricho e pelas informações aqui postadas.

acamargo Brasil

Caro Acamargo,
Um muito obrigado pela apreciação que deu ao meu trabalho. Efectivamente, foi um trabalho para mim muito moroso, pelo facto de ter sido a primeira vez que enfrentei um desafio deste género, e foi por este motivo que à medida que o ia fazendo ia batendo umas fotos de no caso algo corresse mal, poder ver o que foi, visionando as fotos tiradas. Daí, a razão pela qual a existência delas, e então poder publicar este meu feito. E também dar a conhecer que com pouca despesa se pode restaurar um gabinete de um rádio.
Cordialmente
Júlio Branco Portugal

Júlio Branco

Júlio muito bom o seu trabalho mesmo de restauração. Eu estou fazendo um trabalho agora de trabalhos com baquelite e gostaria de saber se você me permite apresentar esse seu método de restauração e se você tiver algum material sobre as suas restaurações seja video ou foto eu agradeço.
Obrigada

Cara Ursula,

Estarei ao seu dispor, pois tenho algo do que necessita, não só para trabalhos em baquelite como também em madeira.
Contacte-me pelo meu email, que encontrará aqui.
jabranco@gmail.com

Bom trabalho

Julio Branco

Júlio Branco

Boa tarde. O sr. faz restauros de volantes em baquelite dos carros clássicos? Obrigado.

Bom dia,
Obrigado pelo interesse demonstrado neste tipo de trabalho. Lamento informa-lo de que o restauro a que se refere não está nos meus projetos particulares, uma vez que só me dedico a restauro de rádios antigos com destino ao meu museu particular.
Com os melhores cumprimentos,
Júlio Branco

Júlio Branco


Faça um donativo!

Faça um donativo!

Agora é mais fácil com Paypal!

Com o paypal.me pode contribuir para o site em qualquer moeda e em qualquer valor com a segurança desta plataforma.

Clique aqui para ajudar com o que quiser, com o que poder.