Rádio no Brasil

Rádio transistor


RÁDIO TRANSISTOR



Rachel de Queiroz faleceu na manhã do dia 4 de novembro de 2003, aos 92 anos de idade, enquanto dormia, no seu apartamento no Rio de Janeiro, onde morava com a sua irmã Maria Luiza.

É da sua autoria o belíssimo texto abaixo:

Rádio miniatura SONY

Autor nome : 
Ivan Dorneles
Autor apelido: 
RODRIGUES

A magia do "olho mágico"

Autor nome : 
Otelo FRANCO da

A MAGIA DO OLHO MÁGICO (*)



Otelo FRANCO DA ROCHA

Seu nome era Anderson. Nome de americano. Para mim, no entanto, era bem brasileiro, nascido ali na Cachoeirinha, então quase selva, naquele princípio de 1950. Tinha um rosto largo, luminoso e amigo, embora não entendesse eu, então na ignorância dos meus oito anos, o porquê de terem escrito em sua face morena, expressões como “dial”, “meters”, “klcs”, “broadcasting system” e “short-wave”, bem como nomes de cidades que me pareciam tão distantes como a Lua: New York, London, Rome, Paris,

Autor apelido: 
ROCHA

História da PHILIPS no Brasil


A PHILIPS NO BRASIL



A 28 de Julho de 1924, no Rio de Janeiro, é inaugurada a filial brasileira, para a importação e venda dos produtos Philips fabricados em Eindhoven.

No Brasil, o processo de crescimento da Philips foi idêntico ao acontecido na América., a Philips estava presente com escritórios de representação no Rio de Janeiro desde 1924 e durante a segunda guerra mundial, meados de 1941, tentava escapar dos conflitos entre Alemanha e demais países da Europa, procurando um estado neutro para desenvolver novas tecnologias. Com isso, descobre a necessidade das Forças Armadas Brasileiras de ter uma indústria de electrónica no país.

Categoria: 

O rádio fez 80 anos no Brasil


O RÁDIO FEZ 80 ANOS NO BRASIL



Nota da redacção do site: Este texto foi escrito por altura das comemorações dos 80 anos da rádio no Brasil. Embora se trate de um documento datado, a importância do seu conteúdo ultrapassa a data e o evento para o qual foi escrito.

São Paulo - Há 8 décadas , o Brasil testemunhava o que ficou conhecida como a primeira transmissão radiofônica no território nacional. O cenário foi uma exposição comemorativa pelos cem anos da Independência, no Rio de Janeiro, que contou com a presença de figuras ilustres, como a do então presidente Epitácio Pessoa. Reuniu também autoridades estrangeiras, entre eles o príncipe Alberto da Bélgica, interessadas em conhecer as realizações brasileiras de 1922.

Categoria: 

Rádio, media pobre, mas sem complexos


RÁDIO, 80 ANOS - Mídia pobre, mas sem complexos



Luiz Carlos Ramos (*)

No início dos anos 50, quando a televisão havia acabado de chegar ao Brasil e era ainda objecto de desejo da elite, o rádio movimentava multidões, informava, divertia, animava, vendia, despertava a criatividade.

Categoria: 

O rádio em Bento Gonçalves-RS


O RÁDIO EM BENTO GONÇALVES-RS



Na década de 40, os empresários, de modo geral, começam a perceber que o rádio era um meio mais eficiente para divulgar os seus produtos do que os veículos impressos, pois alcançavam também uma grande camada da população analfabeta.

Categoria: 

Associação Gaúcha de Emissão de Rádio e Televisão


ASSOCIAÇÃO GAÚCHA DE EMISSORAS DE RÁDIO E TELEVISÃO


Logo da AGERT


UM POUCO DE HISTÓRIA

A década de 60 foi talvez uma das mais importantes do século passado para o Brasil em termos econômicos, sociais e principalmente políticos.

Categoria: 

Rádio Clube Paranaense


RÁDIO CLUBE PARANAENSE



- Luiz Witiuk -

É preciso que justiça seja feita à principal raiz desta frondosa árvore que é hoje a Rádio Clube Paranaense nos seus quase 80 anos de existência. Essa raiz chama-se Lívio Gomes Moreira, um médico e chefe do Departamento de Correios e Telégrafos em Curitiba, decano dos radioamadores no Paraná e pesquisador de assuntos relacionados com a comunicação.

Categoria: 

A rádio no Rio Grande do Sul


A RÁDIO NO RIO GRANDE DO SUL


Bandeira do Rio Grande do Sul


Um locutor carioca de grande fama, que se intitulava Príncipe Baby , foi contratado certa vez para trabalhar na Rádio Farroupilha, de Porto Alegre-RS, lá pela década de 50. Um dia, ao ocupar o microfone para anunciar o chorinho Enxame de Abelhas, de Benedito Lacerda, não teve dúvidas. Leu Encha-me de Abelhas. Noutra ocasião, ao anunciar a música Les Cloches de Comeville (Os Sinos de Comeville), disse, com a mesma empáfia: acabamos de ouvir As conchas de...

Categoria: 

Páginas