O blogue de Rutra1

Continuação N.é Hist:

Pag:11
Era um Domingo foi-me permitido sair um pouco, apenas 2 horas, deambulava sozinho, caminhava triste, pois recordava a terra a família, de quantos problemas deixara pendentes, desconfianças, motivos pelos quais ali estava, enfim, atravessava um enorme parque sem me aperceber, quando reparo num dos lados quantas crianças sentadas, ou brincando, dei-me conta que uma senhora se aproxima, e me diz, claramente na sua língua “junte-se a nós"...

Continuação N.é Hist:

Pag:10
2 desses meus então colaboradores já antigos a bordo, proporcionaram-me as melhores condições e confiança, para a minha adaptação, foi-lhes isso dito á minha frente, e tiveram conhecimento que passaria eu a ter responsabilidade dos variados equipamentos tais como, elevadores, escadas rolantes, central telefónica, Radios de comunicações e "bem recordo até de um DRAKE em separado do Receptor, quando procedi á substituição das duas valvulas de saída, tal como da 807", além de televisores, vídeos, máquinas de jogos do casino, copiadoras, retroprojectores de cinema, amplificadores de som, das discotecas, e rede geral, fogões, das cozinhas e fornos, as manobras, do barco, sei lá quantos motores eléctricos, pelo menos mais de 5000, e que diariamente muitos se tinham que bobinar, o que era serviço quase continuo, mas eram defacto as manobras que eu mais gostava, talvez devido não só ao ar puro que podia respirar mas… sempre que se realizavam durante o dia, porque tantas se faziam de noite, e porquê desse meu prazer?...

Continuação N.é Hist:

Pag:8
Ora que melhor esperava eu! "Nem para a missão que me era apresentada sentia qualquer dificuldade”, mas nem sabendo de quem se tratava, "nem tão pouco pensei nisso" e que a todo o trabalho me assiste sem arredar pé, o que demorou uma boas 3 horas, após a conclusão das quais me pergunta, em que cabine estás? Pois vem comigo, e pouco mais disse, até que chegados a um local, abre uma das portas que logo reparei tratar-se de uma cabine de 1ª classe ou superior, e diz, te serve? Pelo que eu apenas pergunto para quê? É tua a partir de agora passas a ocupá-la, ora era precisamente ao lado da sua, que igualmente também passei a comer consigo á mesa, era a sala dos oficiais superiores, "eu que tão pequeno me sentia".

Continuação N.é Hist:

Pag:7
Achada a oferta mais que aceitável, como justa, regresso ao barco apresento-me á pessoa que permitiu ausentar-me, que me diz, te chamaram á ponte comando, pelo que fiquei pasmado e até algo aflito, por não saber o que pretendiam, mas pensei, queres ver que não me querem no barco, e fingi nem ouvir, reinicio o meu trabalho no mesmo local onde antes o deixara, mas de novo me é dito, via á ponte comando, ora que via que carapuça pensei, e de novo não fiz caso ao dito mas o mesmo é repetido várias vezes, que decorridos uns momentos, achei ser a melhor forma, cumprir a ordem fosse para o que fosse, pois me apercebi que tinha mesmo de ir onde mandavam, mesmo que fosse para ir embora…

Páginas