O blogue de Otelo Franco da Rocha

ESTUDIO61

RADIOPOEMA

Os microfones, insones,
pela madrugada adentro
enviam vozes amigas
para ouvidos atentos
de solitários sonolentos.

As ondas sonoras, canoras,
por suas múltiplas freqüências,
preenchem o silencio da noite
o vazio das vidas,
e as sentidas ausências.