Blogs do site

Projecto europeu utiliza a rádio para formar e dar voz a jovens de Coimbra

Um projecto europeu pretende usar a rádio como um método não convencional de aprendizagem, dando ferramentas de inclusão e competências que possam potenciar a empregabilidade de jovens no Bairro da Rosa, em Coimbra.
Numa pequena sala da Associação Trampolim, sediada no Bairro da Rosa, está um gravador portátil, três microfones, um computador, uma mesa de mistura e uma máquina fotográfica - o suficiente para se fazer rádio.

Equipamentos de Áudio - A Arte da Restauração

Sem contar com o atual modismo dos vintages, restaurar e manter aparelhos antigos é considerado uma verdadeira arte e estado de graça.
O tempo de dedicação, as dificuldades em obter componentes originais, construir componentes e peças mecânicas em busca de manter a originalidade, torna-se prazeroso quando o êxito é obtido.
Tenho me dedicado a essa arte há muitos anos e agora pretendo compartilhar algumas das minhas experiências, como incentivo aos que desejam iniciar.

Morreu Vasco Lourinho

O correspondente da RTP em Madrid durante mais de duas décadas faleceu ontem num hospital do Algarve.

Vasco Lourinho tinha 71 anos e vivia atualmente no Algarve.

Foi estudar jornalismo para Madrid em 1964, cidade onde iniciou a carreira profissional no jornal "Pueblo".Começou a colaborar com a RTP no início da década de 80 do século XX, quando ainda só havia televisão pública em Portugal.

A rádio à procura do seu espaço na web

Vários investigadores e docentes universitários ligados à Rádio defenderam novos caminhos para a Rádio na internet e a procura de formatos diferenciados, durante o Encontro Nacional de Estudos sobre Rádio, em Coimbra.

«Tem de se fazer do computador o novo transístor», defendeu Madalena Oliveira, investigadora da Universidade do Minho, presente no painel da manhã do encontro, considerando que a internet poderá revitalizar a Rádio, alertando que ainda se está «numa fase experimental, para não dizer amadora», no que toca à transição da Rádio para a internet.

A cassete faz 50 anos

Nascida em 1963 pela mão da Philips cedo se tornou
o suporte mais democrático de sempre.
As cassetes existiam para todos os preços, desde as baratas, de ferro, até às caríssimas, de metal.
Quanto aos leitores / gravadores, era o mesmo. Japonesada barata, portátil, fanhosa, "comendo" fita, até aos mais sofisticados modelos de decks imortalizados pela Nakamichi, Teac, Akai, Luxman, Sony, etc.

Páginas


Faça um donativo!

Faça um donativo!

Agora é mais fácil com Paypal!

Com o paypal.me pode contribuir para o site em qualquer moeda e em qualquer valor com a segurança desta plataforma.

Clique aqui para ajudar com o que quiser, com o que poder.