Diversos

Teatro radiofónico rápido (17)

"Encontros e reencontros de Alice e Alberto"

Nota prévia: este teatro radiofónico é ficção.

11 (penúltimo episódio)

Alice: olá, Alberto. Telefono-te porque preciso da tua ajuda.

Alberto: o que foi?

Alice: eu estou aqui nas Caldas da Rainha e preciso de uma ajuda por causa daquela casa da Lagoa de Óbidos. Lembras-te dela? Quero vendê-la.

Alberto: só posso ir aí no sábado. Pode ser?

[sons: ruído de autocarro em movimento, porta a abrir, passos no chão, toque de campainha de habitação]

Alice: Alberto, obrigado. Entra e senta-te.

Fotos: 
Imagem: 
Imagem alusiva ao tema
Outra imagem alusiva ao tema
Outra imagem alusiva ao tema
Outra imagem alusiva ao tema

Teatro radiofónico rápido (16)

"Encontros e reencontros de Alice e Alberto"

Nota prévia: este teatro radiofónico é ficção.

10 (antepenúltimo episódio)

Voz L: a representação tem condições para o êxito. Esta gente gosta de Alves Redol. Já estive aqui o ano passado e foi um sucesso.

Alberto: eu também gosto de Maria Emília. Mas, para aqui, preferia Romeu Correia e Laurinda. Fala sobre a condição da mulher, da ida de Laurinda para a cidade, sozinha e onde a enganam brutalmente. Ou a adaptação de "Engrenagem", de Soeiro Pereira Gomes.

Fotos: 
Imagem: 
Imagem alusiva ao tema
Outra imagem alusiva ao tema
Outra imagem alusiva ao tema

Teatro radiofónico rápido (15)

"Encontros e reencontros de Alice e Alberto"

Nota prévia: este teatro radiofónico é ficção. Os recortes de jornal são verdadeiros e ajudam a compreender a realidade da ficção.

9

Alice: o que disseste nessa entrevista? Estar entrincheirado nos serviços de noticiários da estação para evitar que um “inimigo” ocupasse aquele espaço? Ainda por cima és redator-coordenador. Estás tolo?

Fotos: 
Imagem: 
Imagem alusiva ao tema
Outra imagem alusiva ao tema
Outra imagem alusiva ao tema
Outra imagem alusiva ao tema

Teatro radiofónico rápido (14)

"Encontros e reencontros de Alice e Alberto"

Nota prévia: teatro radiofónico ficcionado.

8

[som de toque de campainha de habitação]

Alberto: obrigado, por terem vindo.

Voz I: obrigado, nós. Trouxemos aqui uma garrafa de vinho e uma sobremesa surpresa.

Alberto: obrigado, Matos Maia. É uma alegria estarem em nossa casa. O Curado Ribeiro e a esposa já estão cá.

Alice: entrem. Estejam à vontade.

Fotos: 
Imagem: 
Imagem alusiva ao tema
Outra imagem alusiva ao tema
Outra imagem alusiva ao tema

Teatro radiofónico rápido (13)

"Encontros e reencontros de Alice e Alberto"

Nota prévia: este teatro radiofónico é ficção, à mistura com alguma realidade.

7

Alice: olá. Já chegaste?

Alberto: cheguei ontem. Mas precisei de ir à casa da avenida da Liberdade.

Alice: às tuas águas-furtadas? E estava lá a Linda?

Alberto: ela está fora. Fica tranquila, pois não há regresso ao passado. Eu precisava de consultar dois livros que ficaram lá e trouxe-os agora.

Alice: e balanço da turné?

Fotos: 
Imagem: 
Imagem alusiva ao tema
Outra imagem alusiva ao tema
Outra imagem alusiva ao tema

Teatro radiofónico rápido (12)

"Encontros e reencontros de Alice e Alberto"

Nota prévia: este teatro radiofónico é ficção, com um pouco de realidade à mistura (por exemplo, as imagens são reais).

6

Alice: o que aconteceu ao programa da rádio?

Alberto: foi suspenso. E julgo que não vai voltar a emitir.

Alice: a razão foi aquele comentário sobre os israelitas assassinados pelos terroristas palestinianos?

Alberto: a razão é mais profunda, como sabes, Alice. É um longo historial de violência.

Alice: nos jogos olímpicos? Com atletas? Aquilo foi a sangue frio. Ponto final.

Fotos: 
Imagem: 
Imagem alusiva ao tema
Outra imagem alusiva ao tema
Outra imagem alusiva ao tema
Outra imagem alusiva ao tema

Páginas