Rádio em Portugal

Programação de quarta-feira

Categoria: 

Programação de domingo

Categoria: 

"TSF em Portugal


"TSF EM PORTUGAL"


(Clique nas imagens para as expandir)
Ano 1, Lisboa, 9 de Novembro de 1924
Número 1
Publica-se aos domingos
Número avulso 2 escudos e 50 centavos
Capa da revista "TSF em 

Portugal"
SUMÁRIO:
Ao que vimos
Doutor Edouard Brandly
Construção de um amplificador potente
A rádiodifusão em Portugal
Comunicações internacionais
Postos construídos por amadores
Construção de bobines em “ninho de abelha”
Secção radiotelegráfica

Primeira página da revista

Categoria: 

Curiosidades da rádio


CURIOSIDADES DA RÁDIO



Desenho de um receptor de 

galena


  • Sabia que o primeiro contacto à distância foi realizado por um cientista brasileiro em 1837? O seu nome era Padre Roberto Landell de Moura

  • Sabia que os primeiros contactos foram realizados entre a Avenida Paulista e o bairro Alto de Santana, em 1893 e 1894?


  • Sabia que as ondas que se propagam no espaço são chamadas de Ondas Hertzianas em homenagem ao seu descobridor, Hertz?


  • Sabia que a Rede Mundial de Computadores (Internet) foi fruto do desenvolvimento e parceria tecnológica dos contactos via rádio?


  • Sabia que para verificar qual é a banda operante das ondas hertzianas, basta dividir a frequëncia pela velocidade da luz?


  • Sabia que o seu computador pode ser interligado com rádio frequëncia para fazer contactos com outros computadores?

  • Sabia que as pessoas que fazem contactos via rádio já ultrapassaram 15 milhões de operadores?

  • Sabia que o fenómeno da propagação é devido à reflexão das ondas hertezianas na camada de ionosfera, viabilizando transmissões a longa distância podendo até proporcionar contactos internacionais sem qualquer custo adicional?


  • Sabia que a "Banda do Cidadão" (27.000 Mhz) nasceu em reuniões internacionais, logo após o fim da II Guerra Mundial, quando todos os países estavam animados por um grande espírito de cordialidade e ansiavam dar aos seus cidadões, sem burocracia, meios que permitissem a livre comunicação entre pessoas, em distâncias relativas, sem necessidade de fios ou cabos tornando possível a comunicação entre veículos e estações terrestres, embarcações, etc?


  • Sabia que para a chamada de emergência do maior naufrágio de um navio,foi utilizado o Código Morse pelo comandante do TITANIC. "SOS TITANIC SOS"?


  • Sabia que, segundo um artigo de Oscar Ribeiro (PY1-YLK) na Revista Eletrônica Popular, junho de 1980, volume 48, nº 06; O emprego da tradicional expressão "73" data dos primórdios do telégrafo sem fio. É encontrada em algumas das primeiras edições de códigos numéricos, porém neste período não existe comprovação física da sua utilização. Em abril de 1857 a publicação "The National Telegraph Review and Operators Guide" apresenta esta expressão o que constitui a 1ª prova autêntica do seu uso. Na época 73 significava "My love for You" (Meu amor para si), porém com o passar do tempo o significado corrompeu-se e passou a significar o sentimento vago de fraternalismo, uma palavra amiga entre operadores. Somente em 1859, a "Western Union Company" preparou o famoso "92 Code" uma lista de códigos numéricos de 01 'a 92 e nela constava o 73 como "aceite os meus cumprimentos" que estava de acordo com a linguagem floreada usada na época. Entre 1859 e 1900 os manuais de telegrafia apresentaram distintas variações para o termo e somente em 1908 o "Dodge Manual" definiu a expressão na forma em que é utilizada hoje: " um forte abraço" (" Best Regards" ) porém sabemos que hoje em dia todos os operadores do mundo utilizam esta expressão como James Reid tencionava que fosse usada quando a criou: " uma palavra fraterna entre operadores".


  • Sabia que o termo DX e WX surgiram pelo facto dos radiotelegrafistas substituirem letras perdidas na recepção com a letra X?


  • Sabia que os receptores usados nos anos 30 emitiam sinais muito fortes na frequencia sintonizada. Por causa disso ninguem publicava loggings ate receber confirmação. Desta forma mantinham a frequencia livre de interferências causadas pelos receptores dos outros ouvintes que tentavam receber a mesma estação.
Imagem: 
Desenho de um receptor de galena

Mariana Selas - Uma forma de comunicação diferente


UMA FORMA DE COMUNICAÇÃO DIFERENTE



A primeira vez que ouvi falar de rádio amadorismo foi há muitos anos atrás, era uma miúda de 14 anos e fazia parte do Corpo Nacional de Escutas (CNE). Uma das actividades que o Grupo implementava e apoiava era uma, chamada “Jamboree no Ar”, que consistia em conhecermos o extraordinário universo das comunicações sem fronteiras. Numa época em que não havia, ainda, telemóveis nem televisão por satélite, o radioamador ultrapassava barreiras culturais,

Autor nome : 
Mariana
Autor apelido: 
SELAS

Rádio Renascença


BREVE HISTÓRIA DA RÁDIO RENASCENÇA



Logo da Rádio Renascença


No dia 1 de Fevereiro de 1933, quem comprou, por 1 escudo e 50 centavos, a revista "Renascença" deparou com um artigo intitulado "Para um posto emissor ao serviço dosCatólicos", no qual foi lançada pela primeira vez a ideia da criação de um posto de rádio-telefonia.

Categoria: 

Emissores no Porto dos anos 20 aos 80


POSTOS EMISSORES NO PORTO



Rádios que emitiam no porto desde o início dos anos 20 até aos anos 80:



  • ORSEC Oficinas de Rádio, Som, Electricidade e Cinema
    Fundação: 1923
    Fundadores: Jorge, Francisco e António Oliveira
    Instalações: Rua dos Caldeireiros 113; Rua de Cedofeita 452 (em 1952)
    Frequência: 1348 kHz (em 1935)
    Potência: 100W (em 1935)


  • IDEAL RÁDIO
    Fundação: 1925
    Fundadores: Júlio Augusto Silva e José Martins
    Director: Júlio Silva (em 1956)
    Instalações: Rua Alferes Malheiro, 147
    Frequência: 1492 kHz (em 1935)
    Potência: 500W (em 1935)


  • RÁDIO PORTO
    Fundação: 1925
    Instalações: R. dos Clérigos, 64 (em 1952)


  • INVICTA RÁDIO
    Fundação: 1932
    Fundador: Henrique Aguiar
    Instalações: Rua Stª Catarina, 306
    Frequência: 1492 MHz (em 1935)
    Potência: 1492 MHz (em 1935)


  • RÁDIO CLUBE LUSITÂNIA
    Fundação: 1922


  • BRANCO E IRMÃO
    Fundação: 1933
    Fundadores: Irmãos José e Orlando Moreira Branco
    Instalações: Rua Stº Ildefonso, 86-88
    Frequência utilizada: 1348 MHz (em 1935/37)
    Potência do Emissor: 100W (em 1935)
    Indicativo: CT1 BI / CS1 BI


  • ELÉCTRO-MECÂNICOS
    Fundação: 14 Agosto 1933
    Fundador: Manuel Moreira
    Instalações: Rua Alexandre Herculano, 366
    Frequência: 1348 kHz (em 1935)
    Potência: 100W (em 1935)


  • PORTUENSE RÁDIO CLUBE
    Fundação: 1939


  • CASA FORTE


  • SONORA RÁDIO
    Fundador: Família Calheiros Lobo
    Instalações: Rua Sá da Bandeira, 249
    Frequência: 1411 KHz (em 1937)
    Indicativo: CS1 SR


  • NORTE REÚNIDOS
    Instalações: R.D. João IV


  • RADIO GAIA
    Instalações: Praça da Batalha, 37 1º
    Indicativo: CS 1 RG


  • RADIO CLUBE DO NORTE
    Instalações: R. Duque de Loulé, 85 1º (em 1952)

Investigação de Paulo Ferreira

Categoria: 

Pioneiros da rádio em Coimbra


PIONEIROS DA RÁDIO EM COIMBRA


Em Coimbra, alem da Emissora Nacional, houve nos anos 40, um conjunto de académicos que se dedicaram às emissões sonoras:

  • Março, 1929 - Posto Radio Coimbra. Este posto de radio amador emitiu um programa de fados e guitarradas com a colaboração de Armando Góis, Artur Paredes e Laurenio Tavares, alem de vários trechos de música clássica por Joaquim de Carvalho, manuel dos reis e Alexandre Nobre.

  • Maio, 1932 - Fundou-se em Coimbra o Radio Clube do Centro de Portugal de que era presidente o Doutor Mário Silva. No primeiro programa difundido colaboraram Jorge de Moaris Xabregas, Alves de Oliveira e José Lopes do espirito santo, componentes do fado de Coimbra.

  • Dezembro, 1932 - No Laboratório de Física da Universidade foi montado um posto de radiodifusão.

  • Julho, 1934 - A Emissora Nacional, recentemente organizada e que era dirigida pelo dr. António Joyce, antigo regente do Orfeon Académico dedicou uma das suas emissões experimentais à música de Coimbra e aos estudantes.

  • Junho, 1935 - No Liceu José falcão começou a funcionar um posto experimental de emissões radiofónicas, estando a montagem a cargo do aluno Vicente de Almeida Eça.

  • Abril, 1947 - No Laboratório de Fonética foi transmitido o Auto da Alma, peça vicentina interpretada pelo Teatro dos Estudantes. Esta transmissão radiofonica foi gravada e emitida pelo Emissor Regional de Coimbra.

  • Maio, 1947 - A revista "Estudos" publicou Encruzilhada, uma peça radiofónica de Rui Vieira Miller, estudante de Direito.

  • Outubro, 1947 - O Orfeon Académico instalou uma aparelhagem de emissões sonoras, na Associação Académica, transmitindo música gravada, palestras e noticiários.

Categoria: 

Páginas


Faça um donativo!

Faça um donativo!

Agora é mais fácil com Paypal!

Com o paypal.me pode contribuir para o site em qualquer moeda e em qualquer valor com a segurança desta plataforma.

Clique aqui para ajudar com o que quiser, com o que poder.