Restauro e técnica

(Portugal] Colecionador Mário Silva


Dados obtidos em julho de 2024

  • Início da colecção: 2010
  • Nº de receptores: 49
  • Rádio mais antigo: GE M62, 1935
  • Rádio mais caro: 188 euros
  • Rádio mais barato: 15 euros
  • Rádio mais pequeno: 29x17x16, ZENITH X316 de 1959
  • Rádio maior: 46X26X34, PILOT X658
  • Local de exposição: Sala apropriada e por toda a casa
  • Outras colecções: Espadas e Katanas orientais
Read time: 1 minuto
Imagem: 
Estante com alguns dos rádios de Mário Silva
Pilot, rádio maior
GE, rádio mais antigo
Zenith, rádio mais pequeno

Reparadores e restauradores no Brasil


  • S2 áudio: Serviços Eletrónicos

  • Conserto e Restauração de Rádios e Amplificador Antigos Raros e Clássicos de várias Marcas e Procedências.
    Trabalho com eletronica desde os toca-discos de corda e dos rádios rabo quente e baterias. Aquelas pilhas enormes que alimentavam os filamentos com 1,5 volt e tensão de + B para as placas e grades.
    São mais de 34 anos de labuta.
    Telefones:
    Móvel: (11) 97404-3921-Vivo
    WhatsApp (11) 97515-9919 - Tim
    Endereço:
    Rua Presidente Kennedy, 246
    CEP:17860-000
Read time: 1 minuto
Categoria livre: 

Reparadores e restauradores em Portugal


  • António A. S. Magalhães

  • Recuperação profissional de rádios americanos antigos; receptores profissionais de comunicações; emissores de qualquer potência; amplificadores de áudio e de "public address"; sistemas de radar e rádio-ajudas à navegação; comunicações por microondas; instrumentos electrónicos de laboratório.
    Rua da Quinta das Heras, 36
    4400-668 CANIDELO VNG
    Telf: +351 938694050
    E-mail: asmagal1940@gmail.com
  • Rádios Duque

  • Rádios antigos a válvulas
Read time: 2 mins
Categoria livre: 

Banco de fotos para orientação na reparação de equipamentos antigos

O técnico Kombi Argemira teve uma excelente ideia. Em todos os trabalhos que realiza tira muitas fotos para na altura da remontagem resolver as dúvidas que surgem.

Com a quantidade de fotos que já reuniu, entendeu partilhá-las. Assim, caso o reparador tenha alguma dúvida na montagem, identificação de componente, etc, basta procurar na lista abaixo e obter a informação pretendida.

Autor nome : 
Kombi
Read time: 2 mins
Autor apelido: 
ARGEMiRA
Categoria livre: 

Válvula ECL82/6BM8: triodo-pentodo de potência

Originalmente projetada para TV. A seção pentodo é usada como amplificadora de saída de áudio e a seção triodo como osciladora ou amplificadora de tensão de A.F. Surgida em 1956. Dissipação de placa 7 watts (máximo).

A letra ene invertida, em cirílico, deve ter sido invenção de um estagiário da Philips/Ibrape!

Autor nome : 
Sub título: 
Read time: 1 minuto
Autor apelido: 
Categoria livre: 
Imagem: 
Válvula ECL82

Talheres "grátis" a quem comprasse válvulas

Na segunda metade da década de 1950 a competição entre os fabricantes de válvulas era acirrada. A Sylvania, uma poderosa indústria dos setores de energia, iluminação e eletrónica, para enfrentar a concorrência dava conjuntos de talheres de luxo a quem comprasse válvulas de recepção e tubos de imagem da marca.

Autor nome : 
Sub título: 
Read time: 1 minuto
Autor apelido: 
Categoria livre: 
Imagem: 
conjunto Capri de talheres com banho triplo

Circuito esquemático de medidor de isolação até 50.000 megohms

Usado pelos técnicos reparadores antigamente para avaliar a isolação entre as armaduras de um capacitor, entre terminais de soquetes de válvulas ou chaves de ondas, entre enrolamentos de transformadores etc.

Em capacitor bom a leitura dependia do tipo de dielétrico: capacitores de papel em bom estado deviam possuir resistência de isolação de 5.000 megohms, para capacitâncias de até .15 µF ─ e 2.000 megohms para capacitâncias de até .5 µF.

Autor nome : 
Sub título: 
Read time: 2 mins
Autor apelido: 
Categoria livre: 
Imagem: 
Esquema do medidor

Como fixar bases de válvulas

Bases fenólicas afrouxavam-se facilmente nas válvulas antigas, principalmente nas "pata-de-elefante" (base P8A). Nas octais de algumas marcas o problema também acontecia, não raramente.

Válvula com invólucro de vidro solto é fácil de ser danificada, principalmente ao se tentar retirá-la do soquete. Nas válvulas Philips tipo pata-de-elefante a operação é ainda mais crítica: como o cemento usado pela fábrica na fixação do bulbo era frequentemente de baixa adesão ao vidro e como o soquete mantinha elevada pressão nos pinos da válvula, podia acontecer de o bulbo separar-se da base.

Autor nome : 
Sub título: 
Read time: 3 mins
Autor apelido: 
05
Categoria livre: 
Imagem: 
Válvula tipo CY2 com o rejuntamento limpo

Reparação de potenciómetros antigos Philips

Recuperação de potenciómetros antigos é assunto recorrente entre os reparadores e restauradores. Cada um tem o seu método preferido - certo ou errado - para consertar o componente. Assim, é sempre bom comparar com o que os fabricantes de componentes e de receptores valvulados preconizavam.

Autor nome : 
Sub título: 
Read time: 4 mins
Autor apelido: 
Categoria livre: 
Imagem: 
Lâmina do cursor
Pino de grafite
Potenciómetros antigos europeus

O primeiro recetor CA/CC produzido no brasil

O primeiro receptor, tipo C.A./C.C., 100% com válvulas receptoras produzidas no Brasil foi o H1 da Ibrape.

O projeto e a construção do protótipo foram do Laboratório de Aplicações Eletrónicas da Ibrape, com conclusão em julho de 1953, utilizando cinco válvulas da nova série tipo Noval, produzidas na fábrica da Philips inaugurada no Brasil: HCH81, HF93, HBC91, HL94 e HY90.

Autor nome : 
Sub título: 
Read time: 2 mins
Autor apelido: 
Categoria livre: 
Imagem: 
Foto do primeiro recetor
Outra foto do primeiro recetor

Páginas