Opinião

Novembro

Já me tenho perguntado se os meses têm algum significado ou influência na nossa vida. Isto porque alguns acontecimentos importantes, bons e maus, aconteceram em determinados meses.
Isto a propósito do mês que agora acaba.
Em novembro nasceram dois filhos virtuais meus.
Filhos que já estão crescidos, já atingiram a maioridade e já estão na fase de seguirem a sua vida sem dar grandes chatices.
Um deles nasceu a 6 de novembro. É a casa que aloja este blog. Falo do site www.aminharadio.com.

Categoria livre: 

Idiossincrasias de um QSO

Ontem, depois do NetCT ainda estive um pouco na escuta, até para matar saudades do DSTAR... que, com o entusiasmo pelo DMR vai ficando mais encostado.
Num refletor brasileiro um amador lamentava para outro a morte de um amigo, mais uma vítima da Covid-19. Tinha sido também colega de trabalho durante mais de 20 anos, estava a pensar na aposentadoria e ir viver para a sua cidade natal.
Não conheço os colegas, não faço a mínima ideia de quem era o tal amigo, mas é impossível deixar de ficar tocado.

Categoria livre: 

Vamos aproveitar enquanto a pólvora está quente

O post anterior foi, para este humilde e jovem blog, um sucesso!
O nosso colega CT1JIB, Jorge Santos, enviou-me alguns acrescentos que, sobretudo para os mais ligados à tecnologia e informática, podem ser interessantes.
De referir o notável trabalho do CT1JIB na introdução, divulgação e melhoria da qualidade da rede DMR em Portugal.
Portanto, acreditem, ele sabe do que fala!

Categoria livre: 

O radioamador que patilha mais rápido que a própria sombra

Lembram-se daquele cowboy da banda desenhada que ficou conhecido por disparar mais rápido que a própria sombra?
Pois é, também existe essa figura no radioamadorismo!
No caso o disparo é feito com a PTT do rádio e, de preferência ainda mesmo antes do QSO anterior ter terminado.
Já no tempo das comunicações analógicas, alguém ainda se lembra?, que era, digamos, de bom tom, dar um espaço entre cada QSO. Isto possibilitava a entrada de outro colega na conversa, (Oportunidade para CT...) ou mesmo solicitar o uso da frequência para uma chamada.

Categoria livre: 
Imagem: 
Imagem do cowboy Lucky Luke

Ouvindo por aí na radioesfera… (1)

“O meu rádio é sensível de mais”
Já ouvi esta expressão muitas vezes e, a pesar disso, nunca deixo de sorrir.
O que se passa é que, quando o radioamador liga a antena exterior ao transcetor, geralmente um portátil chinês de DMR, escuta, em determinadas frequências, coisas que não deviam lá estar.
Os equipamentos usados pelos amadores para operar em DMR nas bandas de VHF e UHF não foram projetados para esse uso.

Categoria livre: 
Imagem: 
Exemplo de rádio DMR barato, Radioddity GD-77